Jornada do Herói: Como criar conexão entre vendedor e cliente

O 4ºP do Método 8Ps é a publicação de conteúdo. Dentro de um funil de vendas, o conteúdo tem a função de matar objeções, valorizar o produto e, por fim, fazer o consumidor comprar. Ao planejar a produção de conteúdo, você precisa lembrar que, no começo, deve utilizar aquilo que já está na mente de seu consumidor. Para isso, voltamos ao 1ºP  (Pesquisa). Como já foi dito por aqui várias vezes, o seu planejamento de marketing começa com a sua persona bem definida.

Há três tipos de conteúdo de acordo com o Método 8Ps: inspiracional (histórias), técnico (explicação objetiva sobre o produto/serviço) e persuasivo para vendas (gatilhos mentais e eliminação de objeções). Neste post, vamos abordar os conteúdos inspiracionais (histórias).

O conteúdo inspiracional possui a função de mudar o estado emocional de sua persona. Ele é totalmente voltado para a emoção de seu cliente ideal. A emoção é fundamental dentro de um processo de vendas. Não se esqueça disso na hora de produzir os seus conteúdos, principalmente os inspiracionais.

Uma boa história e um excelente material objetivo explicando o seu produto/serviço ajudam muito na hora de produzir o conteúdo de vendas. O enredo de seu conteúdo precisa inspirar os seus potenciais clientes para que, dessa forma, haja uma ligação emocional entre vocês.

Segundo Conrado Adolpho, a emoção é o combustível da ação. Por conta disso, o conteúdo inspiracional é tão importante dentro de um funil de vendas. Ele tem o papel de criar uma conexão entre vendedor e cliente. As pessoas tendem a comprar de quem elas gostam e confiam.

Uma boa história pode mudar o estado emocional do consumidor. Quando isso ocorre, geralmente, o potencial cliente toma uma decisão, que pode ser a de comprar o seu produto/serviço. Com a sua persona bem montada, descubra como você pode contar uma história que a inspire.

Atiçar a imaginação de sua persona é um importante passo para convencê-la a tomar uma ação. Os conteúdos inspiracionais ajudam nesse processo, já que criam estados emocionais. Resumindo, as histórias mexem com a nossa imaginação e, nela, nossas emoções são criadas.

Uma das melhores formas para contar uma história inspiracional é utilizar a Jornada do Herói. Esse método de narrativa é empregado em quase todas as peças culturais, como filmes, novelas e seriados. Os diretores usam esse tipo de construção porque gera conexão e mostra uma transformação. Nós acabamos nos identificando com os protagonistas dessas histrórias e acabamos nos inspirando neles.

Dentro de seus conteúdos, você pode abordar a Jornada do Herói de duas maneiras diferentes. Esses dois meios, no final, acabam se complementando.

A primeira maneira é você contar qual é a sua Jornada do Herói. Como você venceu as suas dores e conseguiu chegar ao local onde o seu cliente quer alcançar. Nesse caso, ao produzir o material, busque usar as mesmas palavras que o seu público geralmente utiliza para gerar uma conexão maior. Muitas vezes, os seus problemas vencidos são os mesmos que impedem o seu cliente de superar uma dor e conquistar essa transformação. Nesse caso, você será como um espelho para o seu consumidor.

Por exemplo, se você é um empresário de sucesso e o seu produto é um curso que vai tornar o seu cliente um grande empresário, não deixe de contar como você atingiu tal posição. Ao produzir o material, conte as dificuldades passadas, de forma clara e objetiva – com muitos detalhes -, para se relacionar com o atual momento vivido pela sua persona.

Outra forma de usar a Jornada do Herói é contar a história de seus clientes que já compraram de você e, por causa de seu produto/serviço, conseguiram uma transformação. Os depoimentos de compradores satisfeitos com boas histórias são ótimos para criar conexão com potenciais clientes e funcionam como Prova Social. Você também pode apresentar esse material de uma forma mais longa, que recebe o nome de “estudo de caso”.

Os “estudos de caso” são testemunhais mais longos. São conteúdos que, além de criar uma forte conexão, matam objeções e valorizam o produto. Logo, eles conseguem realizar as funções básicas de um conteúdo dentro do funil de vendas.

Após ler esse material, você consegue nos contar qual é a sua Jornada do Herói? Caso ainda não chegou ao seu Ponto B (local que deseja alcançar), você poderia imaginar como será essa jornada até finalmente realizar essa transformação? Esse exercício será um ótimo treino para você produzir um conteúdo vencedor para a sua persona.

Leave A Response

* Denotes Required Field